Anúncios !!!


Cat-1

Cat-2

Anúncios!!!


Poesia

ColunaDireita

Catago Vazio2

Coluna Filosofia


ANÚNCIOS!!!


» » Rita Santana: Poemas do livro Tratado das Veias

MAR

Sou livre e vôo com tuas águas,
Enquanto o principado das conchas
Anuncia o seu lilás em máscaras,
Serpente solidão, feita de ondas.
Fotografia de Faisal Iskandar

Quero crer em castelos de areia,
Para neles erguer as minhas pontes,
Singrar meus rios, tecer minhas teias,
Quem sabe, assim, terei horizontes.

Nada tenho além de ti, bravio mar,
Não sou sereia, senhora ou amante,
Nem tenho ancoradouro, nem barco,

Não sou daqui, nem vim doutro lugar,
Sou náufraga no vazio da vazante,
Flecha esquecida em busca do seu arco.
Rita Santana






CATARES

Catei conchas na praia,
Deixei-as ali na areia.
Preguiça de carregar pedras e falanges de cores.
Arrependi-me e veio coisa de saudade,
Vontade de ir buscá-las, as conchas e as pedras.
Fotografia de Isabel Furini
Anteontem o mar, de carrego, levou tudo.
Resta eu aqui com meu homem velho,
Aprendendo desaprenderes de ciranda,
Fazendo de tudo pra amor dar certo, 
Desfiando o pano de crochê,
Querendo virar princesa dele.
O vento perfuma de silêncio o quarto.
A rede dança serenidade 
E palafitas enfiadas em meus olhos,
Fazem moradia de vontades.

Rita Santana









ANJOS NEGROS

Arrasto as minhas asas
Pra anjos negros
Que vivem à margem do paraíso.
Sem risos fáceis, chupando groselhas verdes,
E pitangas maduras.

Trazem silêncio no sexo exposto,
Nervoso de esperas.
Querem audiências pra novos indultos.
São anjos cultos, sarcásticos, sacros somente nos altares.
Nas minhas asas são libertinos, vorazes.
E eu, filha de Safo, gosto muito.

Arrasto as minhas asas.
Depois, corto nos dentes o lado alado de um anjo,
E levo meu querubim pros meus infernos pessoais.
Boto lenha na fogueira, mastigo alhos.
E o anjo, que está em liberdade condicional,
Comunga comigo o meu leito de mulher eleita,
Reparte o pão comigo, divide o teto,

E depois, asa crescida, volta aos perdões duradouros do Reino.
Digo amém e sacudo as asas pra outro voo.

Rita Santana
Lauro de Freitas/Bahia 

Poemas do livro "Tratado das Veias" pulicados com autorização da poeta Rita Santana.

Rita Santana é uma atriz, escritora e professora brasileira.
Além de atriz, é uma escritora e uma professora licenciada de letras na UESC. Como atriz, iniciou a sua carreira em 1985 no teatro. Também atuou em pequenas participações no cinema e vivendo o seu melhor momento como atriz, no papel de Flor, na telenovela global Renascer. Como escritora e poetisa, em 2006 publicou um livro de poesias chamado "Tratado das Veias". Vive na cidade baiana de Lauro de Freitas. (Wikipedia).



«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Editor da Revista Carlos Zemek

Curador e Artista Plástico.
Membro da Academia de Cultura de Curitiba - ACCUR.

Nenhum comentário

Faça um Comentário!



ANÚNCIOS!!!


Eventos Culturais

Conuna1Inferior

Catalogo Vazio3

Anúncios!!!

Livros Digitais