Anúncios !!!


Cat-1

Cat-2

Anúncios!!!


Poesia

ColunaDireita

Catago Vazio2

Coluna Filosofia


ANÚNCIOS!!!


» » Poeta Wassandjuca: Mulher és tu - e outros poemas




HEROÍNA

À Maria de Fátima Gomes

Na floresta do teu corpo
Beijo a pura natureza
Gaudiosa pelo teu ser
Nas horas ditas
Quando minha cor palpita
De amor!

Sem acusma do futuro
Nem azáfama no amor
Você mo salvou,
Tu és, a minha heroína
Nzinga dos Ndongos
Guerreira dos muílas
Entre outros rainhas fortes.
Rainha do amor
me tiraste na dor
no sofrimento de tão amar

Teu rosto alegre
Do fogo da solidão,
mo tiraste e em horas
mo deste o perdão.
Teus pontos cardeias bem localizados
Teu andar exuberante como uma flor
Amor tu és minha jasmim
Viverás especial no meu jardim

Prometo te cuidar
Viver nas tuas asas
contigo me luar
assistindo a puberdade
do amanhecer
na voz encantada do pássaro
que voa em liberdade
em direção a felicidade.
Tu és, tu és, tu és, tu és!

O sal da minha vida
A luz da minha casa in(visível)
a parte do meu universo
Sinto tanto quanto amor
de verdade, nosso erós puro
Penso no futuro.

I love you my beatiful.



MULHER ÉS TU

És tu que zungas prazer
Que matas os desejos
Com grandes beijos
És tu que levas ao pecado
Que por ti veio a salvação
Que trouxe nódoas no coração.

És que vives no odor sem dor
Que lutas pela igualdade
Que sofres pelo parto
Que tens afeto
És tu mulher
Que nos contra ventos e marés
Vaz a busca da solução
Protegendo seu nobre coração
Leoa, Guerreira.
És tu Mulher
Que nomes és chamada
Pelos anjos deitas na cama
Tirando sua dignidade

És tu a cobra
Com seios amarelados
Doce como whisky dos bêbados
E amarga dos santos
És que vives na pensão
Que nada ofereces se não o SIDA
És tu que sem medo Vaz a luta
Tiras o sofrimento no rosto
Que dás alegria ao mundo
Que batalhas e não desistes
Rainha na cama
Beldade da calma
Sem mente ou com mente
És tu mulher!

Abraças a N´gola
Largas a escola
Para casar com a pensão

A quitandeira
A mama Kuiba
Maria, Antónia, Nanda, Bia e joana
És tu mulher:
A zungueira,
A professora,
Engenheira,
Doutora,
Enfermeira,
A camponesa,
Acólita
A Mejista

A estudante.
Entre seres ou não seres tu és
Mulher, a flor mais, deste jardim.

Poeta Wassandjuca



POETA WASSANDJUCA, Cognómio de Jesus Miguel Barros Domingos, Nasceu em Matala/Huíla,natural do Cunene/ Ondjiva aos 17 de outubro de 1997. Membro do Movimento Lev'Arte, ocupando a função de Coordenador Municipal Do setor Matala, Presidente da Associação filhos da Matala e da associação dos Estudantes do Liceu n°1068-Matala. Coordenador dos países Africanos na Academia Mundial de Cultura e Literatura.
Participou: Revista Ocilongo onde exerce a função de Coordenador de Marketing, da 1 a 3 Edição. Revista Arte solta da primeira a Segunda edição. Antologias: Frases e Aforismos, Pets Company, Rastos de Sangue entre outras.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Editor da Revista Carlos Zemek

Curador e Artista Plástico.
Membro da Academia de Cultura de Curitiba - ACCUR.

Nenhum comentário

Faça um Comentário!



ANÚNCIOS!!!


Eventos Culturais

Conuna1Inferior

Catalogo Vazio3

Anúncios!!!

Livros Digitais