Anúncios !!!


Cat-1

Cat-2

Anúncios!!!


Poesia

ColunaDireita

Catago Vazio2

Coluna Filosofia

Matérias


ANÚNCIOS!!!


 

Dia 26 de maio de 2022, foi o lançamento da coletânea "Los Suenos De Los Espejos" - organizado pela poeta Isabel Furini e traduzido ao espanhol pela poeta Elciana Goedert, e publicado pela editora LiterArte da Argentina

No lançamento também teve declamação de poemas e foram entregues troféus e medalhas. O evento foi conduzido pela poeta Elciana Goedert, quem contou com o apoio da poeta Rita Delamari. Daniel Mauricio foi o Mestre de cerimônia.  Elieder Corrêa da Silva, além de poeta dedica suas horas à fotografia. Ela nos presenteou com belas fotografias do evento. Outros participantes também registraram o evento.

Vejamos alguns dos depoimentos que as participantes postaram no Facebook:

 Rita Delamari: "E foi um  final de dia muito feliz! É muito bom , gratificante ter nosso  trabalho  reconhecido .Três  Poesias  minhas foram publicadas   no  no Livro:  "Los Suenos  de Los Espejos"  iniciativa de Isabel Furini . Ainda fomos  agraciados com o Trofeu  Poetizar o Mundo muito chique , amei. Coração  aquecido e  motivado para novas Poesias.  E vamos preencher o mundo com os  verbos  Amar, Poetizar.
escritos  e declamados,  para provocar eco em todo mundo! Gratidão!"

 Valeria Borges da Silveira: Lindo evento com direito a medalhas e troféus.   Honrada em participar! Parabéns a todos os autores participantes da coletânea!

Elciana Goedert: Missão cumprida. Foi um evento lindo!

 

Foto de Luid Ferreira

Elciana Goedert comandou o evento, auxiliada pelos poetas Rita Delamari e Daniel Mauricio. Na segundafotografia, Marílis de Assi recebe o troféu das mãos de Rita Delamari. .

Fotografias de Elieder Corrêa da Silva
 

Elciana Goedert, Rita Delamari e Maria Antonieta Gonzaga Teixeira, na fotografia de Elieder Corrêa da Silva.

Elciana, Rita e Maria Antonieta. Foto de Elieder Corrêa





                                                                                  

Na fotografia de Elieder Corrêa da Silva, a poeta Maria Borges da Silveira recebe o troféu das mãos de Rita Delamari


 

Na próxima fotografia Ilario Iéteka, ladeado pelas poetas Rita Delamari e Elciana Goedert, recebe o troféu.  Fotografia de Juliana Iéteka.

 

Na continuação Célia de Assis com o troféu. Fotografia de Elieder Corrêa da Silva.

Elieder Corrêa da Silva declamando. Ela também participou do livro em espanhol "Los sueños de los espejos". Fotografia de Vanice Zimerman.


A poeta Solange Rosenmann recebe troféu. Na fotografia está com Rita Delamari, Wlciana Goedert e Daniel Mauricio. Fotógrafa Elieder Corrêa da Silva.


A poeta Vanice Zimerman recebe troféu pela participação na antologia "Los sueños de los espejos" e medalha pela sua participação no e-book "Melhores Poemas 2020. Foto de Elieder Correa da Silva.

 A poeta Elciana Goedert, organizadora do evento, também participou da Antologia em espanhol "Los sueños de los espejos" e recebe o troféu.


 

A poeta Rita Delamari, recebeu o troféu pela sua especial participação na Antologia em espanhol "Los sueños de los espejos".



Na primeira fotografia: A poeta Marli Voigt recebe uma Medalha pela sua brilhante participação no e-book "Melhores poemas 2021". Na segunda fotografia, o poeta  Atílio Andrade recebe a Medalha da Avipaf. Fotografias de Elieder Corrêa da Silva.


Nas próximas fotografias de Elieder Corrêa da Silva, vemos  na primeira foto que  a poeta e editora Jéssica Iancoski com uma Medalha pela sua brilhante participação no e-book "Melhores poemas 2021". Na segunda fotografia a poeta e editoraSonia Cardoso também recebe a medalha de excelência Poética.






 

 

 

Sou preto

 
sou escravo do sistema
agora tenho que medir
as palavras pois a ordem
é censura-las...
falar em gente miserável
é crime, de crianças
de pé no chão sem uma
sala de aula para frequentar.
é insulto ao estado!
já estou acorrentado a um
mísero salário de fome,
faculdade para minha cor não!
num país onde jorra o sangue
de pretos e pretas, nos becos
e guetos das grandes metrópoles!
onde se prega ordem
fazendo desordem incriminado, matando...
sei que abolição foi, é
e continuará sendo, apenas
um papel velho, num museu
revestido em vidro, para
todos verem mas, que não
pode ser tocado e muito
mesmo sentido.
treze de maio um dia comum de pelorinho os
escravos do capetalismo...
o qual não deixou de infernizar o preto, num país de pretos,
vermelhos, amarelos e brancos!
Quem sabe um dia vão
dizer um país de seres humanos!


Amaury Nogueira
Poeta Paranaens

Amaury Nogueira

 

 

 

INSTINTO LOBUNO

Graciela Pucci

Blandiendo soledades    hiero la noche
ella se desangra en paisajes ajenos

yo  noctámbula y sedienta / como ave amordazada
        vago en  sombras
    -loca          dirán algunos-
        no me intimidan

burlo a mis corazas
        ¿ríen?       no
       tampoco lloran
esbozan un asombro obsceno
y
desbordan mi insomnio
       quiero dormir                     
luego
despertar en las sinuosidades de mi tiempo
donde las caricias no desesperen
y los besos se derramen en mi boca
sin preguntas      con respuestas ciertas

                       duermo

un maullido de gato en celo   sacude el letargo
          es mi otra voz / instinto lobuno
     (invisible forma en medio de la noche)
                     
         me despellejo
                      
entonces
visto al cuerpo con antiguo ropaje
y presencio el nacimiento
de aquella que siempre fui 


Arte digital de isabel Furini

 

 

Em 26 de maio (quinta-feira), a partir das 18 horas, na Biblioteca Pública do Paraná (Rua Cândido Lopes, 133 - Centro, Curitiba - PR), será lançado o livro "Los sueños de los espejos". No evento, os participantes da obra receberão troféus. 

O evento estará a cargo de Elciana Goedert, quem organizará um Sarau com poemas do livro e outros poemas.

A antologia, em idioma espanhol, foi publicada pela editora LiterArte de Buenos Aires, Argentina.

O livro Organizado por Isabel Furini, contou com a participação dos poetas: Adriana Teixeira Simoni, Angela Dondoni, Célia Regina de Assis Geulisz, Decio Romano, Divani Medeiros, Douglas Delmar, Elciana Goedert, Elieder Corrêa da Silva, Flavia Ferrari, Maria Antonieta Gonzaga Teixeira, Marílis de Assis, Rita Delamari, Sarah de Oliveira Passarella, Solange Rosenmann, Valéria Borges da Silveira, Vanice Zimerman, Ilario Iéteka, Franccis Yoshikawa e Isabel Furini. O prefácio foi escrito pelo jornalista e romancista Xandy Novaski. A orelha do livro ficou a cargo do poeta Daniel Mauricio.

Todos os poetas participantes receberão troféus



 

 O romancista paranaense Franccis Yoshi Kawa teve seu novo livro “Um olhar no Mirante” da editora Insight, publicado na Amazon em idioma espanhol no formato e-book Kindle, sob o título “Una vista desde el mirador”. Os leitores de língua hispana e, aqueles que gostam de ler e treinar seus conhecimentos de língua espanhola, ficarão encantados com a interessante construção de personagens que o autor realiza nessa obra.

O livro está escrito com linguagem simples, mas sua trama cativa o leitor. Um romance que fala de amor, de preconceitos, de divisão de classes sócio-econômicas.

O livro já foi publicado na Amazon em português, mas percebendo o interesse dos leitores, foi traduzido ao espanhol. Nesse romance, Franccis yoshi Kawa faz um belo retrato de época, pois está ambientado nos anos 80.


Vale a pena conferir na Amazon.

7https://www.amazon.com.br/s?k=una+vista+desde+el+mirador&crid=11CZZC9DC5T9V&sprefix=Una+vista+desde+e%2Caps%2C195&ref=nb_sb_ss_ts-doa-p_1_17
 



 

 

 

Casa de mãe 

 
É uma caixinha
Eternamente embalada pra presente
E só o coração saudoso sente
O quanto de amor nela contém.
Casa, até rima com asa
Mas é uma pena
Que a frágil pena
Do filho
Que mesmo crescido
Não consiga
A casa de mãe carregar.

Daniel Mauricio

 Daniel Mauricio e a su mãe*
 

Sinônimo de mãe
É amar
Sem aspas
E sem ponto final.

Daniel Mauricio


* Fotografia enviada pelo poeta Daniel Mauricio.

 

Acontecerá neste domingo (8-05-2022), partir das 11horas, na Feira do Poeta de Curitiba, a inauguração da exposição de Fotografias e Poesias, organizada pelo poeta e fotógrafo Decio Romano.

O evento homenageará (in memoriam) trabalhos de autoria dos poetas que frequentavam a Feira do Poeta de Curitiba. São eles: Geraldo Magela (coordenador da Feira do Poeta), Regina Bostulim, Marcelo de Ângelis, Edilson del Grossi, Christiano Nunes, Delores Pires, Orlando Woczikosky , Isabel Sprenger Ribas, Paulo Garbus e Fernando Karl.

As fotografias que ficarão em exposição são de autoria do Decio Romano.

Também farão parte da exposição poemas dos acadêmicos da diretoria da AVIPAF (Academia Virtual Internacional de Poesia, Arte e Filosofia): Sheina  Lee (Presidente); Elciana Goedert (Vice-presidente), Decio Romano, Isabel Furini, Carlos Zemek, Vanice Zimerman, Daniel Mauricio, Maria Antonieta Gonzaga Teixeira, Marli Terezinha Andrucho Boldori e Amaury Nogueira.

O poeta Daniiel Mauricio será o mestre de cerimônias.

O evento contará com Sarau poético organizado pelo poeta paranaense Amaury Nogueira. 

Entrada livre.



 

 

O poeta santa-cruzense, radicado em Porto Alegre Gerson Nagel divulga o lançamento do seu novo livro de poesia, "O que ficar desperta", publicado pela editora Bestiário. A obra foi concebida durante a pandemia do conronavírus e, se constitui de 75 poemas, com estilo livre, divididos em 6 partes, cuja poética perpassa a cidade que acolheu os seus versos. Possui revisão literária de Diego Petrarca; prefácio de Mauro Ulrich e orelha de Fábio Amaro. Fotografia do autor (anexa) de Annacris Andrades.


Gerson Nagel é pisciano, santa-cruzense radicado na capital-RS. Produz as edições da Revista Escriba digital. Estreou com Prometo não invejar as gargalhadas, premiado em concursos literários, integrou inúmeras antologias e sites literários. Menção honrosa no Prêmio Lila Ripoll (2016 e 2018). Como produtor e agitador cultural, em 2021 recebeu o Prêmio Trajetória Criativa pelo Plano Municipal do Livro e da Leitura (PMLL), da prefeitura de Porto Alegre (RS). Quando não está pedalando na orla da cidade, visita as estrelas. O livro O Que Ficar Desperta é o seu segundo voo solo na poesia.

O QUE:

Título: O QUE FICAR DESPERTA

Autor: Gerson Nagel

Páginas: 120
Gênero: Poesia
Publicação: Bestiário / Class, 2022

Acesse o site:

https://www.bestiario.com.br/livros/o_que_ficar_desperta.html


ONDE: lançamento do livro “O que ficar desperta” e sessão de autógrafos. Dia 19.05 (quinta-feira), a partir das 18h, no Terezas Café, na Rua Giordano Bruno, 318, Poa / RS,

 

 

Em 28 de abril, acontecerá o lançamento da Antologia do I Concurso Nacional de Poesia da Faculdade de Direito da UFPR, organizada por José Almir da Luz Júnior. O e-book reúne as poesias dos selecionados, tanto na categoria regional quanto nacional, além textos de poetas homenageados pela presente organização.

O concurso é uma parceria entre o curso de Direito da UFPR e do curso de Relações Internacionais da Uninter. Contou com a participação de universitários de todas as regiões do Brasil.

O concurso versou sobre Direitos Humanos. A organização dessa Antologia foi  a  primeira atividade de José Almir da Luz Júnior na cidade de Curitiba e região.

A cerimônia ficou agendada para 28 de abril a partir das 18:00.
O Evento começará em frente ao Salão Nobre (piano, declamação, luzes e brigadeiro) - para explorar os 5 sentidos, depois a cerimônia continuará no Salão Nobre com a entrega dos certificados aos vencedores.

A Antologia será inscrita na próxima edição do Prêmio Jabuti na categoria: Fomento à leitura.






ANÚNCIOS!!!


Eventos Culturais

Conuna1Inferior

Catalogo Vazio3

Anúncios!!!

Livros Digitais