Anúncios !!!


Cat-1

Cat-2

Anúncios!!!


Poesia

ColunaDireita

Catago Vazio2

Coluna Filosofia


ANÚNCIOS!!!


» » Carmo Vasconcelos: Poemas

AURAS

No imponderável nada da asa caída,
Fotografia e edição de Isabel Furini
a aura do voo castrado.
Essa diáfana e mística aura
em tudo permanecente;
até no vazio duma flor decepada,
na lacuna dum membro amputado.

Similarmente, e à revelia da vontade,
essa luminescência etérea,
emana, ainda, do sonho golpeado.
Ela bordeja, sutil, mas latente,
o vácuo inesperado
da ilusão que se extinguiu.

Incómoda vidência do oculto,
quando essa radiância esmaecida
cresce em vulto e cor,
na reavivada percepção da coisa nula!
Perene emanação do idílio que se foi
e não era pra ter ido.
Apartado, destruído!

Carmo Vasconcelos, IWA
Lisboa/Portugal

*



A FOTO (GRAFIA)

Defronte de mim um retrato a preto e branco
Como são indiscretos os retratos!
Despidos de orgulho e medos; inibições ausentes;
espelham momentos inapagáveis parados no tempo.
Simbolismos nem sempre perenes, mas, pontualmente autênticos.


Tal como o radiologista experimentado vê ao Raios X
as entranhas do corpo; a lisura ou a deformação dos órgãos;
somente uns olhos desapaixonados podem enxergar nas fotos
os verdadeiros estados de alma; os reflexos de amor, ódio, ironia...

Já que nós, tolos amantes, quase sempre deixamos
que a lente fosca do engano mostre os caracteres que queremos ver.
Verdade ou ilusão, gosto de olhar esse retrato!
Cenário de flores e água doce que corre límpida e serena,
aquietados os pedregulhos do leito sinuoso da mente.

Olhos tranquilos em tempo de tréguas
das avassaladoras tempestades da memória.
Sorrisos lisos, no abandono temporário dos rictos profundos
deixados pelas marés destruidoras.

E as mãos Como um íman, é nelas que se prende o meu olhar.
Esquecidas da rudeza dos gestos que magoam,
fecham-se, frementes e nuas, veias impudicas,
estuprando a objectiva com a força telúrica do primeiro enlace.

Gosto de ler essa foto (grafia) a preto e branco!
Vejo nela os grafemas da linguagem esfusiante do arco-íris
que elevou aos céus azuis eu e tu naquele abraço!

Carmo Vasconcelos, IWA
Lisboa/Portugal


DE NARCISO... A NARCISISTA

Nas lendas de Narciso a bela flor
serviu paixões e fúteis leviandades...
Cúmplice foi do rapto por amor
da adorada Perséfone, por Hades.

Porém, a estória dita apenas é
uma das ricas faces mitológicas;
mas é doutra, a de Ovídio, que vem fé
de renegarmos tais vias analógicas.

Lembre-se a lenda antiga de Narciso!
Fotografia de Isabel Furini
O jovem que adorando a própria imagem,
de egocêntrico amor morreu, sem siso,
havendo os que hoje ainda tal qual agem!

Remiram-se no lago da vaidade
julgando-se no Cosmos sem igual,
não vendo que no espelho da verdade
seu rosto é reflectido de amoral.

Emergem na água fétida do egoísmo
desprezando os iguais, pares, irmãos,
alheados de qualquer acto de altruísmo,
carregando pra si negros senãos!

Que lhes baixe a luz ígnea do saber
existir em global humanidade!
Que se ilumine o avesso do seu Ser,
a guiá-los na vereda da igualdade!

Carmo Vasconcelos, IWA
Lisboa/Portugal
http://www.carmovasconcelos-fenix.org



Carmo Vasconcelos nasceu em Lisboa/Portugal, onde reside. Escritora, Poetisa, Declamadora, Tradutora e Revisora Literária. Divulgadora Cultural. Autora de vários livros - romance, ensaios, poesia - e detentora de vários prémios e menções honrosas em Portugal e Brasil. É também autora de vários Prefácios para escritores portugueses e estrangeiros.

É Directora Cultural da Revista eisFluência e das Antologias Logos do seu site Fénix (Portugal).

Membro Vitalício da International Writers and Artists Association - IWA, Toledo, Ohio/USA; Supervisora Internacional do Movimento de União Cultural - Taubaté, Brasil; Medalha da Paz/CONINTER; Comenda Conde de Figueiró/Embaixada da Poesia; Membro Universal Circle of Ambassadors of Peace - France & Suisse; Mulher do Ano 2015/Embaixada da Poesia; Embaixadora Internacional e Imortal/AVLAC; medalha de Mérito Cultural/Curitiba - Brasil 2015; Prémio "Cultivo da Paz - Hiroshima 70 Anos", do Movimento União Cultural; Comenda da Embaixada da Poesia/AVLAC; Certificado "Honra ao Mérito Carlos Drummond de Andrade" (AVLAC)

Ver Obra e Biografia Completa em: http://www.carmovasconcelos-fenix.org/CV-indice.htm
Seu Site: http://www.carmovasconcelos-fenix.org
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Editor da Revista Carlos Zemek

Curador e Artista Plástico.
Membro da Academia de Cultura de Curitiba - ACCUR.

2 comentários

Carmo Vasconcelos: Poemas
  1. Agradeço ao virtuoso artista Carlos Zemeck a honra de ver publicadosmeus poemas na sua importante Revista Cultural, onde a poesia e a literatura correm ao lado de outras divinas belas-artes. Obrigada pelo privilégio e Parabéns à Revista com votos de muito Sucesso!Fraterno abraço! Carmo Vasconcelos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço sua Participação!
      Grande Abraço!!!

      Excluir



ANÚNCIOS!!!


Eventos Culturais

Conuna1Inferior

Catalogo Vazio3

Anúncios!!!

Livros Digitais