Anúncios !!!


Cat-1

Cat-2

Anúncios!!!


Poesia

ColunaDireita

Catago Vazio2

Coluna Filosofia

Matérias


ANÚNCIOS!!!




Oficina temática sobre memória e patrimônio com a profª. Drª Roseli Boschilia (DEHIS/UFPR)
Dia 26 de maio de 2017, das 9h30 às 12h

As oficinas são coordenadas por especialistas em suas áreas de atuação, são de caráter interdisciplinar e visam uma discussão mais aprofundada sobre conceitos e abordagens possíveis do material selecionado no acervo do Museu Paranaense.

Museu Paranaense | Auditório Loureiro Fernandes
Rua Kellers, 289 | São Francisco | Curitiba | PR
Vagas limitadas
Participação gratuita
Inscrições: https://goo.gl/forms/KWTqpiCD8uHRQvxz2
Informações: (41) 3304-3300
Entrada gratuita
O escritor Alberto Manguel - Fotografia de Elisandro Dalcin


A Biblioteca Pública do Paraná recebe no dia 26 de maio, sexta-feira, o diretor da Biblioteca Nacional da Argentina, Alberto Manguel. Com início às 19h30, o evento faz parte das comemorações de 160 anos da BPP, completados no dia 7 de março. Autor de dezenas de livros, Manguel vai falar sobre sua experiência como leitor, a íntima relação que mantém com as bibliotecas, além de outros assuntos relacionados à sua própria obra ficcional. A entrada é gratuita e haverá tradução simultânea da palestra.

Além de ter escrito vários romances (Todos os homens são mentirosos, Stevenson sob as palmeiras, entre outros), Manguel também é reconhecido por suas obras de não ficção, como Uma história da leitura e A Biblioteca à noite, livros que — a partir da vivência do autor — tratam do encantamento do ser humano com a leitura e os livros ao longo dos séculos. O seu mais recente livro publicado no Brasil é Uma história natural da curiosidade (2016), obra que mapeia os textos e autores que o inspiraram ao longo de sua vida de leitor.

Nascido em 1948, Alberto Manguel afirma que tomou “consciência do mundo” por meio dos livros. Filho de embaixador, foi alfabetizado em alemão e inglês, passou a infância em Israel, a adolescência na Argentina e a vida adulta entre Inglaterra, Espanha, Itália, Taiti, Canadá e França.

Em entrevista ao jornal Cândido, editado pela BPP, o escritor falou sobre esse primeiro contato com a leitura, experiência que o define ainda hoje. “Minha primeira consciência do mundo se deu por meio da página impressa. Minhas primeiras descobertas foram feitas através dos contos de Grimm, Andersen, Monteiro Lobato, de As mil e uma noites. Desde aquelas primeiras tardes, os livros nunca me abandonaram.”
Manguel também deve falar sobre sua amizade com Jorge Luis Borges, de quem se tornou leitor — literalmente e em voz alta — quando o autor ficou cego. A relação com um dos maiores escritores da América Latina inspirou Manguel a construir uma vida em torno da literatura. Inicialmente, como leitor de originais para grandes editoras europeias. Mais tarde, no papel de antologista, editor e autor de numerosas obras.

Em meados do ano passado, deixou sua biblioteca particular no sul da França para assumir a direção de outra, pública e muitíssimo mais vasta, a Biblioteca Nacional Argentina.


Serviço
Palestra com Alberto Manguel
Dia 26 de maio, às 19h30
Haverá tradução simultânea
Auditório Paul Garfunkel, 2º andar
Biblioteca Pública do Paraná (Rua Cândido Lopes, 133, Centro)
Informações: (41) 3221-4917
Gratuito

Fonte: BPP
O jornalista José Carlos Fernandes, professor da Universidade Federal do Paraná e colunista, repórter e editorialista da Gazeta do Povo desde 1989, ministrará palestra na terça-feira (23.05.2017), às 17 horas, no Centro de Letras do Paraná.




A partir de 22 de maio/2017, estará aberta a exposição Metamorfose: símbolos que levam a transformação interior. A exposição estará aberta ao público de 2ª a 6ª feira, das 9h00 às 18h00, no Pós Itecne Curitiba, na Alameda Cabral, 27- Centro. A exposição permancerá aberta até 20 de junho/2017.

Participam da mostra: Aricle Tosin, Angela Lobo Bernal, Diego Silva, Elaine Novaes Falco, Jaqueline Albuquerque, Loyse Maria Manfredini Bassetti, Mafra Souza, Talita Yamae.
Mafra Souza é psicoterapeuta, professora, escritora e poeta.


Quadro e fotografia de Aricle Tosin

Trabalhos de Diego Silva - Foto de Aricle Tosin

Quadro de Loyse Maria Manfredini Bassetti - Foto de Aricle Tosin
Quadro de Mafra Souza - Foto de Aricle Tosin




Albertina Laufer lançará o livro "A professorinha poeta", dedicado ao público infantil.
O lançamento será em 21 de maio (domingo), na Feira do Poeta - Largo da Ordem - Curitiba/PR.
A abertura do 2° Salão de Arte de Castro/PR,  será realizada em 19 de maio, às 19 horas, na Casa da Cultura Emília Erichsen pela Associação dos Artistas Plásticos de Castro - Yapó. 
A presidente da Associação é a artista plástica e poetisa Maria Antonieta Gonzaga Teixeira. 
No evento, Maria Antonieta lançará o livro "Encruzilhadas"


O poeta e cronista Fabrício Carpinejar é o próximo convidado do projeto Um Escritor na Biblioteca. O evento acontece no dia 16 de maio (terça-feira), no auditório da Biblioteca Pública do Paraná, a partir das 19h30. A entrada é gratuita.

Nascido em Caxias do Sul, Carpinejar tem 44 anos e vive em Porto Alegre desde a infância. É formado em Jornalismo e mestre em Literatura Brasileira pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Iniciou sua carreira literária em 1998, com o livro de poesia As solas do sol, pelo qual recebeu o Prêmio Nacional Fernando Pessoa, da União Brasileira de Escritores.  Hoje tem 40 obras publicadas e vendeu mais de 250 mil exemplares de livros, nos mais diversos gêneros — do infantojuvenil à reportagem.

Nos últimos anos tem se notabilizado como cronista. Em 2009, seu livro Canalha! foi o vencedor  do Prêmio Jabuti, na categoria Contos/Crônicas. Sua obra está traduzida na Alemanha, Itália e França. Carpinejar é colunista do jornal Zero Hora e mantém um blog no jornal O Globo. Seu trabalho mais recente é a antologia Amizade também é amor. O livro traz mais de 100 crônicas que combinam reflexões sobre companheirismo, humor e lembranças.
Fabrício Carpinejar - escritor e poeta
Foto divulgação
O escritor também atua na televisão. De 2012 a 2016, apresentou o talk show A máquina, exibido na Rede Gazeta. Hoje colabora com o programa Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo. Carpinejar ainda movimenta milhares de seguidores e fãs nas redes sociais.

O projeto
Criado na década de 1980, o projeto Um escritor na Biblioteca foi retomado em 2011. Cada nova edição traz um autor da literatura brasileira contemporânea para um bate-papo. Sempre com a presença de um mediador, os escritores são instigados a falar sobre temas variados, como processo criativo, hábitos de leitura, livros essenciais, etc. A primeira pergunta é sobre a relação do convidado com as bibliotecas.

Os bate-papos são gravados e veiculados no Cândido, o jornal mensal da Biblioteca, e posteriormente publicados em formato de livro. Mais de 40 autores já participaram do projeto, entre eles Reinaldo Moraes, Milton Hatoum, Sérgio Sant'Anna, Luci Collin, Silviano Santiago, Roberto Gomes, Marçal Aquino, Joca Terron e Domingos Pellegrini.

Serviço
Um escritor na Biblioteca, com Fabrício Carpinejar
Dia 16 de maio (terça-feira), a partir das 19h30
Biblioteca Pública do Paraná (R. Cândido Lopes, 133 / Curitiba)
Entrada franca
Mais informações: (41) 3221-4917.

Fonte: BPP
Brasileiros participam de exposição de Arte e Poesia em Buenos Aires, ilustradas com Arte Digital de Carlos Zemek.

As poesias com tema livre serão expostas na Galeria R Van R, em Buenos Aires.

Carlos Zemek, quem organizou os trabalhos no Brasil, convidou os poetas: Decio Romano, Angel Popovitz, Clevane Pessoa, Elciane Goedert, Isabel Sprenger Ribas, Maria Antonieta Gonzaga Teixeira e Maria da Glória Colucci.

Também foi convidada a poetisa argentina Sonia Andrea Mazza, quem representará o grupo na abertura da exposição.























                                                           ELCIANA GOEDERT - HOMENAGEADA DA SEMANA














EDWIN LUISI é formado pela EAD (Escola de Arte Dramática) da USP.
Sua primeira novela foi ‘Camomila e Bem-me-quer’, da saudosa Ivani Ribeiro, produzida pela extinta TV Tupi entre 1972 e 1973.


Ao todo, são mais de 25 novelas de sucesso em sua passagem pela televisão, dentre elas algumas memoráveis como: ‘Escrava Isaura’ (que no ano passado comemorou 40 anos de sua exibição), ‘O Astro’, ‘Sétimo Sentido’, ‘Mulheres de Areia’ e ‘Sinhá Moça’, ambas na Rede Globo, ‘Dona Beija’ e ‘Tocaia Grande’, na extinta TV Machete e ‘Rebelde’ na Record TV.


Atualmente, além de "5 Homens e Um Segredo", o ator ensaia ‘Alair’ comemorando em grande estilo seus 45 anos de carreira. A peça homenageia o fotógrafo Alair Gomes (1921-1992), tem a direção de César Augusto e texto de Gustavo Pinheiro.


ANÚNCIOS!!!


Eventos Culturais

Conuna1Inferior

Catalogo Vazio3

Anúncios!!!

Livros Digitais