Anúncios !!!


Cat-1

Cat-2

Anúncios!!!


Poesia

ColunaDireita

Catago Vazio2

Coluna Filosofia

Matérias


ANÚNCIOS!!!


Artista plástico, curador e professor Eloir Jr.
Matrioshkas são as protagonistas, e também o tema preferido no cenário pictórico de Eloir Jr., que através da representação destas tradicionais bonecas de encaixar, apresenta sua produção no Espaço Cultural IPO com curadoria de Carla Schwab e do próprio artista, numa coletânea dividida em dois repertórios: o lúdico, onde surgem referências a grandes personalidades artísticas e folclóricas, como Frida Kahlo e La Katrina, que figuram entre ornatos grafitados e policromáticos, e o sacro, com figurações de santos católicos no interior das matrioshkas em paisagens urbanas e paranistas.
Um passeio pela cultura do leste europeu, com pitadas mexicanas e teor paranista, esta é a proposta do artista que atribui estas figurações eslavas como sua assinatura artística, fazendo surgir um trabalho alegre e colorido e que resgata as memórias culturais trazidas pelos diversos povos, onde consegue demonstrar a convivência harmoniosa das etnias que fazem parte de sua terra natal, a terra de todas as gentes.

Quadro de Eloir Jr.
Sobre o artista:
Eloir Jr. é artista visual curitibano, pós-graduado pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná e graduado pela Universidade Tuiuti do Paraná, curador e colunista cultural do Sztuka Kuritiba e Arte&Cultura Paranaense da Revista Paulista.
Expõe profissionalmente seus trabalhos artísticos em mostras individuais, coletivas e salões de arte desde 1997, com diversas premiações e algumas participações nas edições da Casa Cor Paraná. Suas obras estão em coleções de acervos nacionais, internacionais e livros de arte e cultura.
Em 2010 representou com suas pinturas o Estado do Paraná na cidade francesa de Vaire-Sur-Marne, em 2013 participou de exposição no Carrousel Du Louvre em Paris e em 2016 na Biblioteca Pública de Nova Iorque.
Há mais duas décadas é estudioso das etnias europeias que colonizaram o Paraná, com enfoque principal na cultura eslava da Polônia e Ucrânia, onde não só expressa a pintura sobre tela, como também o artesanato cultural destes países.
Seu trabalho resgata as memórias culturais trazidas pelos diversos povos. Inspirando-se nos folclores polonês, ucraniano entre outros. O artista consegue demonstrar a convivência harmoniosa das etnias com os ícones paranaenses como a gralha azul, araucárias e pinhões.


Exposição "Matrioshkas" de Eloir Jr.

Serviço:
Exposição “Matrioshkas” de Eloir Jr.
De: Junho a Setembro/2018
Horário Livre
Local: Espaço Cultural do Hospital IPO
Endereço: Rua Goiás, 60 - Água Verde
41 – 3314-1500
Curitiba-PR
Entrada franca
Sobre o Espaço Cultural IPO: Fundado há 4 anos, o Espaço Cultural IPO localiza-se na sede principal do Instituto Paranaense de Otorrinolaringologia em Curitiba-PR e tornou-se uma referência artística, humana, de sociabilização e inclusão social que valoriza a produção artística, procurando humanizar através da arte os que ali trabalham ou vem em busca de saúde. Em 2017, durante as comemorações dos três anos de fundação do Espaço Cultural, a Instituição que o sedia também comemorou 25 anos, e em alusão a estas datas, lançou um livro artístico bilingue catalogando os artistas que por lá apresentaram seus trabalhos.

Quadro de Eloir Jr.
Eloir Jr.
Artista Plástico, Curador e Colunista Cultural
Estudioso das Culturas Étnicas Europeias no Paraná

Em julho de 2018, lançaremos a II Antologia, em Lisboa,  com a contribuição de autores portugueses, coordenado por meu parceiro Emanuel Lomelino e na parte do Brasil, contamos com a participação das autoras do Movimento Mulherio das Letras. Nessa edição teremos representatividade na divulgação também em Niterói e Recife.

Conexões Atlânticas não é uma Antologia. É um projeto que tem várias ferramentas de divulgação, inclusive, antologias. Idealizado para fomentar e divulgar os poetas nos dois lados do atlântico, entre Brasil e Portugal, com uma missão: acessível e com excelência na qualidade poética dos autores envolvidos. Divulgar a obra e o autor, criar vínculos com outros autores e despertar a atenção para o público leitor, em saraus e feiras literárias, além das redes sociais e outras plataformas. Estamos navegando primeiro em Lisboa, casa do projeto, com o intuito de mostrar que é viável, com custos baixos e às vezes nenhum valor atribuído, trazer o nome e a poesia dos brasileiros para Portugal. A ideia é manter também no Brasil, alguns pontos de divulgação, para os poetas portugueses. Mas como não conseguimos estar em dois lugares ao mesmo tempo, esse trabalho está sendo construído lentamente, para mantermos o mesmo perfil, com parceiros que estejam integrados e envolvidos no ideal do projeto, que não visa lucros, mas que  faz necessário contribuições mínimas para existir, no caso, quando falamos de  elaboração de um livro. A Antologia Conexões Atlânticas, foi criada para facilitar esse encontro, em um livro a ser distribuído, que não está disponível para a venda. Um trabalho coletivo patrocinado pelos autores, além de outras ações. Como é um projeto continuado, a cada quatro meses, os autores participantes de cada edição estarão dando voz ao projeto através de seus poemas, biografias e entrevistas que estarão presentes nos espaços dedicados ao CONEXÕES ATLÂNTICAS.

E é com imensa satisfação, devido à participação e acolhida dos primeiros autores ao projeto, e parceiros envolvidos, que seguimos confiantes dando os próximos passos.

Adriana Mayrinck


Acompanhe autores e seus poemas e toda a nossa divulgação:
Blogue TOCA A FALAR DISSO 
http://tocaafalardisso.blogspot.pt/
Acompanhe a divulgação:
FACEBOOK:
GRUPO CONEXÕES ATLÂNTICAS
https://www.facebook.com/groups/conexoesatlanticasbrasil/
PÁGINA CONEXÕES ATLÂNTICAS 
https://www.facebook.com/conexoesatlanticasbrasilportugal/
IN-FINITA
FACEBOOK: https://www.facebook.com/pg/infinitabureaudeideias/photos/?tab=album&album_id=1588060877955970
BLOGUE: https://in-finitabureaudeideias.blogspot.pt/
Em 18 de junho (segunda-feira), às 18h30 será o lançamento do livro "Haikai do Paraná"
lançamento da antologia de Haikai em comemoração aos 110 anos da imigração japonesa para o Brasil, com a participação dos poetas: Mário A. J. Zamataro,  Naotake Fukushima, Karen Debértolis, Vanice Zimerman, entre outros, no Solar do Rosário, rua Duque de Caxias, 04 - Centro Histórico de Curitiba.



EXPOSIÇÃO “ELEMENTOS E MOBILIDADE” EM EXIBIÇÃO NO SOLAR DO ROSÁRIO

No último domingo, 10 de junho, aconteceu a abertura da exposição “Elementos e Mobilidade” das artistas plásticas Cida Lemos, Elisiane Correa Wenger, Nelma Takeuti e Sonia Ribeiro.
A exposição tem a curadoria assinada por Uiara Bartira. Uiara é um dos destaques na Arte paranaense e também atua como professora de pintura no Solar do Rosário. As artistas possuem trajetórias artísticas e estilos independentes e sob a orientação de Uiara apresentam sua mais recente produção artística. A mostra permanece aberta para visitação até o dia 26 de julho.


Serviço:
Exposição “Elementos e Mobilidade” no Solar do Rosário
Até 26 de julho.
Horários: de segunda a sexta-feira das 10h às 18h30, sábado das 10h às 13h
e domingo das 10h30 às 14h.
Endereço: Rua Duque de Caxias, 4 – Centro Histórico, Curitiba – PR
Informações: (41) 3225-6232 | www.solardorosario.com.br
Em 22 de junho, a partir das 14h30m, no auditório Paul Garfunkel da Biblioteca Pública do Paraná, a ilustradora e contadora de histórias Laura Monte Serrat e a escritora Isabel Furini convidadas pela Seção Infantil da Biblioteca apresentarão o livro "Piringuindim, o Gnomo Brincalhão".

Laura Monte Serrat Barbosa, é graduada em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1972), especialização em Psicologia Escolar e da Aprendizagem pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (1986) e mestrado em Educação pela Universidade Federal do Paraná (1993). Tem formação em Psicopedagogia (1993).
Laura também realiza trabalhos de ilustração de livros infantis.

Isabel Furini é escritora e poeta, publicou os livros "O Grande Poeta" pela Matrix Editora; "Joana, a Coruja Filósofa" - Editora Sophos, e a Coleção "Corujinha e os filósofos" da Editora Bolsa Nacional do Livro.


Laura Mont Serrat e Isabel Furini
Dia: 22/06/2018
Local: Auditório Paul Garfunkel
Horário: 14h30
Informações: Seção Infantil — (41) 3221-4980.

Leitura de poemas da AVIPAF na Casa Romário Martins
Em 10 de junho (domingo), 11 horas foi a abertura da exposição "Fascinação" na Feira do Poeta de Curitiba, espaço da Fundação Cultural de Curitiba. A exposição de Poesia "Fascinação" apresenta trabalhos dos acadêmicos da Academia Virtual Internacional de Poesia, Arte e Filosofia (AVIPAF).

As 11h30m iniciou o recital poético dos acadêmicos da AVIPAF na Casa Romário Martins (espaço da Fundação Cultural de Curitiba).

No evento foram entregues Medalhas e Certificados aos novos membros da AVIPAF que estavam presentes: Geraldo Magela Carodoso, Igor Veiga, Regina Bacellar e Vera Lúcia Cordeiro.

Os acadêmicos leram alguns de seus poemas. Os poetas Paulo Roberto de Jesus e Laura Monte Serrat, leram poemas de acadêmicos que não conseguiram comparecer: Neyd Montingelli, Marli Andrucho Boldori, José Maurício Pinto de Almeida, Isabel Sprenger Ribas, Sonia Palma e Sonia Andrea Mazza.
 Na primeira fileira os escritores Adélia Parron Alvarez e Ilário Ieteka
e a acadêmica Maria da Glória Colucci. Foto de Decio Romano.
Maria da Glória Colucci na exposição dos acadêmicos
da AVIPAF "Fascinação", na Feira do Poeta de Curitiba

Os acadêmicos da AVIPAF: Vera Lúcia Cordeiro, Regina Bacellar,
Maria da Glória ColucciVanice Zimerman, Maurício Daniel e Igor Veiga.
Foto de Decio Romano
Nair Rodrigues, Vera Cordeiro, Isabel Furini, Jandira Zanchi
e amigos. Fotografia de Decio romano

Vera Cordeiro, Isabel Furini, Marli Voigt e Ilário Ieteka.
Fotografia de Decio Romano.


Luiz Brizola, Nair Rodriguez, Amauri Nogueira,
Eliane Gabardo, Isabel Furini, Vanice Zimerman,
Laura Monte Serrat. Fotografia de Luid Ferreira.

Poemas dos acadêmicos Daniel Maurício
e José Maurício Pinto de Almeida
Arte digital de Carlos Zemek

Fotografia de Decio Romano

A exposição permanecerá aberta para visitação até 12 de agosto/2018, e apresenta POESIAS dos acadêmicos:

Daniel Maurício - Cadeira 17
Decio Romano - Cadeira 18
Geraldo Magela Cardoso - 43
Isabel Furini - Cadeira 01
Isabel Sprenger Ribas - Cadeira 12
Igor Veiga - Cadeira 32
José Maurício Pinto de Almeida - Cadeira 19
Maria Antonieta Gonzaga Teixeira - Cadeira 10
Maria da Glória Colucci - Cadeira 10
Marli Terezinha Andrucho Boldori - Cadeira 11
Neyd Montingelli - Cadeira 07
Regina Bacellar - Cadeira 23
Sonia Andrea Mazza - Cadeira 03
Sonia Cardoso - Cadeira 30
Sonia Palma - Cadeira 29
Vanice Zimerman - Cadeira 16
Vera Lúcia Cordeiro - Cadeira 15

ARTE DIGITAL: Carlos Zemek - Cadeira 02
DESENHO DE: Claudía Agustí - Cadeira 27




Terezinha Bueno Bacellar

MEDO... 

Tenho medo do medo de sentir medo!
Ou será que o medo é que tem medo de mim?
Sem pretender transmutar-me na amada Dulcineia
ou cavalgar no lombo do pacato e melancólico Rocinante,
como Dom Quixote de La Mancha, uso armadura
para proteger-me das ambiguidades de Fredo
e dos moinhos de vento que insistem em vir contra mim.
Tenho medo do medo de sentir medo!...

Terezinha Bueno Bacellar ( in memoriam)
(05/09/2006)

Dom Quixote e os Moinhos - Quadro de Carlos Zemek



A História da Arte é o mais célebre e popular livro sobre arte já publicado. Por mais de 50 anos, foi uma introdução inigualável ao tema, desde as primeiras pinturas nas cavernas até a arte experimental de hoje. Em todo o mundo, leitores de todas as idades e formações encontraram no Professor Gombrich um verdadeiro mestre, que alia conhecimento e sabedoria a um talento peculiar para comunicar de maneira direta seu profundo amor pelas obras de arte que descreve. A História da Arte deve sua duradoura popularidade não só ao texto objetivo e simples, mas também à perícia do autor em apresentar uma narrativa clara. Ele descreve sua intenção de 'pôr em alguma ordem inteligível a profusão de nomes, períodos e estilos que congestionam as páginas de obras mais ambiciosas', e, fazendo uso de seus conhecimentos da psicologia das artes visuais, leva-nos a ver a história da arte como "a história do contínuo entrelaçamento e transformação de tradições em que cada obra se refere ao passado e aponta para o futuro", "uma rede viva de tradição que ainda liga os nossos dias ao tempo das pirâmides".

Em 10 de junho (domingo) a partir das 11 horas, na Feira do Poeta de Curitiba, será a abertura da exposição de Poesia "Fascinação" com trabalhos dos acadêmicos da Academia Virtual Internacional de Poesia, Arte e Filosofia (AVIPAF).
Feira do Poeta da Fundação Cultural de Curitiba,  rua Coronel Eneas, 30, Largo da Ordem, Curitiba.
As 11h30m iniciará o recital, na Casa Romário Martins, que fica ao lado Feira do Poeta de Curitiba. 


A exposição contará com POESIAS dos acadêmicos: 

Daniel Maurício - Cadeira 17
Decio Romano - Cadeira 18
Geraldo Magela Cardoso - 43
Isabel Furini - Cadeira 01
Isabel Sprenger Ribas - Cadeira 12
Igor Veiga - Cadeira 32
José Maurício Pinto de Almeida - Cadeira 19
Maria Antonieta Gonzaga Teixeira - Cadeira 10
Maria da Glória Colucci - Cadeira 10
Marli Terezinha Andrucho Boldori - Cadeira 11
Neyd Montingelli - Cadeira 07
Regina Bacellar - Cadeira 23
Sonia Andrea Mazza - Cadeira 03
Sonia Cardoso - Cadeira 30
Sonia Palma - Cadeira 29
Vanice Zimerman - Cadeira 16
Vera Lúcia Cordeiro - Cadeira 15 

ARTE DIGITAL: Carlos Zemek - Cadeira 02
DESENHO DE: Claudía Agustí - Cadeira 27







ANÚNCIOS!!!


Eventos Culturais

Conuna1Inferior

Catalogo Vazio3

Anúncios!!!

Livros Digitais