Anúncios !!!


Cat-1

Cat-2

Anúncios!!!


Poesia

ColunaDireita

Catago Vazio2

Coluna Filosofia


ANÚNCIOS!!!


» » Carlos Muniz: De tanto amar... e outras poesias

Fotografia de Isabel Furini


DE TANTO ME AMAR...

De tanto me amar,
amei a luz,
amei o vento,
amei a chuva,
amei o tempo.
De tanto me amar,
amei o canto,
amei o riso,
amei o espanto,
amei o pranto.
De tanto me amar,
amei o instante
em que...
De tanto me amar...
amei você...

Carlos Muniz



Fotografia de Isabel Furini

Oração para um amor distante...

Olho através da janela pela manhã
e peço, mesmo à distância,
que o dia seja ameno
e proveitoso para meu bem...
Olho através do coração pela manhã
e envio, a longa distância,
todo o sentimento nele guardado
para proteger o meu bem...
E durante o dia,
a cada momento,
a cada instante,
todas energias positivas
que puder emanar
são canalizadas e enviadas
em prol de meu bem...
E pela noite, longa e silenciosa,
atravessando a madrugada,
os pensamentos mais puros,
os pensamentos mais cândidos,
seguem brisa afora,
como ave noturna,
para cantar e acalentar
o sono de meu bem...


Carlos Muniz



A uma amada especial...


Bom dia, amada!
Hoje posso contigo falar
sem receios de não ser entendido,
mal compreendido e coisa e tal.
Hoje, afinal, é teu dia.
E nele vou relembrar quantas histórias
já passamos, quantos momentos tristes
vivemos, quantos colóquios de esperanças
mantivemos...
E você, amada, a tudo suportou.
Mesmo quando eu falava de outros amores,
quando reclamava de solidão, me derramando
em lágrimas ou quando te queria
ver no chão.
E você ao meu lado, constante.
Quantas vezes te deixei de lado, esquecida,
renegada às traças...
E quantas em ti depositei meu coração...
Amada antiga, permanente, que me desafoga,
me traduz, que fala por mim as coisas que
não consigo pronunciar.
Amada fiel.
Bom dia, boa tarde, boa noite,
querida amada Poesia.
Hoje, especialmente, o dia é teu.
Carlos Muniz


Carlos Eduardo da Costa Muniz
(14/11/51 – 03/03/2016)
Formado em Publicidade & Propaganda na Faculdade Brasil (UNIBRASIL)
Colunista nos anos 80 e 90, como colaborador, nos jornais “Folha da Imprensa”
e “Jornal do Estado”, nos quais mantinha colunas semanais fazendo a apresentação
de lançamentos nos mercados de discos e cinema.
Participou do concurso entre Faculdades com poesia publicada no livro
Contos & Poesias de uma Noite de Inverno.
Participou da exposição de Artes Plásticas e Poesias em 2014 no Museu de
Artes Sacra da Arquidiocese de Curitiba.
Participou da exposição de Arte Y Poesias “SENSACIONES” na Galeria R Van R, em
Buenos Aires , Argentina em 2015.


«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Editor da Revista Carlos Zemek

Curador e Artista Plástico.
Membro da Academia de Cultura de Curitiba - ACCUR.

Nenhum comentário

Faça um Comentário!



ANÚNCIOS!!!


Eventos Culturais

Conuna1Inferior

Catalogo Vazio3

Anúncios!!!

Livros Digitais