Anúncios !!!


Cat-1

Cat-2

Anúncios!!!


Poesia

ColunaDireita

Catago Vazio2

Coluna Filosofia


ANÚNCIOS!!!


» » Isabel Furini: Gaivotas (Fêmeas) no Horizonte - e outros Poemas


NAUFRÁGIO DO OLHAR

sibilam inaudíveis as horas
catalisadoras
de solidão e indiferença

sibilam mulheres de longos cílios
e de multiformes rostos
(projetadas nos retratos de Picasso)

os lânguidos olhares sucumbem sob o céu
e o mundo naufraga no passado
– sem futuro.

Isabel Furini




Fotografia de Isabel Furini


O BARCO DO TEMPO
flutua a vida no tempo
entre a luz e a escuridão
como um barco em mar de nuvens
um barco buscando o Sol

e
            voa
                      no
                              firmamento

vasculha a luz do Sol
- muito além da escura caverna
da caverna de Platão
(onde foram seduzidos a alma e o coração)
procura a luz eterna
esse barco 
e é empurrado 
e avança
e navega entre as estrelas 
  impulsionado
por uma nobre ilusão.

Isabel Furini


Fotografia de Isabel Furini

GAIVOTAS (FÊMEAS)  NO HORIZONTE


vento marinho do entardecer
cheiro de iodo
a praia é invadida pelos gritos das gaivotas

somos arrastradas pelas torrentes de pensamentos
(veleiros imprudentes)
deslizamos nossa alma
entre as silenciosas pausas
das ondas
                   
nas praias, nos rochedos
e nos mares desertos
enxergamos nosso ego feminino
(gaivota sem ninho)
ancoramos nos perigosos alcantilados
do ego
e tecemos sonhos impossíveis.

Isabel Furini




Isabel Furini é escritora, poeta, palestrante  e educadora. Autora dos livros de poemas “Os Corvos de Van Gogh” Editora Instituto Memória,  2013 e “,,, e outros silêncios” Edit. Virtual Book, 2012.  Recebeu 1º Lugar nos seguintes Concursos: Organizado pela Coninter, em Portugal, 2015; 1º Lugar no  Concurso  da Academia Campolarguense de Poesia/PR, 2013; 1º Lugar Concurso  da Academia de Letras Itapemense, SC, 2010;  1° Lugar no  Concurso Internacional Missões/RS, 2005; 1° Lugar no Conc. Est. de Poesia de São José dos Pinhais/ PR, 2002; 2º Lugar: Concurso da revista Katharsis da Espanha, 2009. Foi nomeada Embaixadora da Palavra pela Fundação Cesar Egido Serrano (Espanha); Embaixadora de la Rima Jotabé, Espanha; recebeu Comenda Ordem de Figueiró e foi nomeada Embaixadora Internacional e Imortal da Poesia  pela Academia Virtual de Letras, Artes e Cultura do Brasil, em 2015.

«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Editor da Revista Carlos Zemek

Curador e Artista Plástico.
Membro da Academia de Cultura de Curitiba - ACCUR.

2 comentários

Isabel Furini: Gaivotas (Fêmeas) no Horizonte - e outros Poemas
  1. Bom dia Isabel Furini, belos e reflexivos poemas e bonitas fotos, parabéns!Abraços, Van Zimerman.

    ResponderExcluir
  2. CADA POEMA QUE SCRIBE LA GRAN POETA ISABEL FURINI NOS TRAE TAMBIÉN LA ESPERA DE OTRO Y OTRO,Y OTRO Y MUCHOS MÁS.

    ResponderExcluir



ANÚNCIOS!!!


Eventos Culturais

Conuna1Inferior

Catalogo Vazio3

Anúncios!!!

Livros Digitais