Anúncios !!!


Cat-1

Cat-2

Anúncios!!!


Poesia

ColunaDireita

Catago Vazio2

Coluna Filosofia


ANÚNCIOS!!!


» » Márcia Wojciechowski: Poema dedicado à Wladyslaw Wojciechowski


Wladyslaw Wojciechowski na Foto de A. Klug
Fotografia que ficava na sala da casa

À Wladyslaw Wojciechowski

“No tempo em que eu era vivo”
Iniciava a frase Wladyslaw
E algo dentro dele acendia uma luz.

Girava a roda do tempo
 como se fosse presente,
tudo tão claro em sua mente!
Mas,  se a roda acelerasse
E à infância chegasse,
Aí o ar era denso e gelado...
Seus olhos azuis e vivos
Punham-se quase apagados...
A Sibéria em branco e negro...
Nove anos... trabalho escravo...

Quando meu avô era vivo
Eu nem havia nascido,
Mas a história fica na memória
E passa de pai para filha,
De filha para neta,
E se essa, por acaso, for poeta
Dará ao vô Wladyslaw
Status de imortal!

Márcia M. Wojcichoski Prado





Wladyslaw Wojciechowski nasceu em 28 de novembro de 1899 na cidade de Varsóvia – Polônia. Filho de Jan e Marjana Wojciechowski. Em 1907 foi, com seus pais e três irmãos, exilado na Sibéria. Como apenas nove anos de idade trabalhou para os alemães em fazendas cuidando do gado. Após dois anos de exílio, seu pai recebe a anistia e consegue vir com esposa e filhos para o Brasil, país que já havia abrigado um primo seu. A viagem durou dois longos meses passados nos porões do navio saído de Hamburgo - Alemanha. Após rápida estadia no Rio de Janeiro, cidade considerada extremamente quente para os poloneses vindos do frio siberiano, partem no ano de 1911 para Curitiba, cidade  na qual permaneceram até o final de seus dias. Wladyslaw chorava ao relembrar sua infância.






Márcia M. Wojcichoski Prado:Nasceu em 1974, em Curitiba. É Bacharel em Letras pela Universidade Federal do Paraná e pós graduada em Gestão e Produção Cultural da UTP. Em 2010 concluiu o Bacharelado, espanhol português, com ênfase em estudos literários. Escreveu os primeiros poemas aos 15 anos. Frequentou a Feira do Poeta, no Largo da Ordem, de 1991 a 1995. Recebeu Menção Honrosa no I Concurso de Poesias da UFPR - Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, em 2005. Em 2006, conquistou o 1º lugar no Concurso de Poesias promovido pela Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais. No 9º Concurso Poetizar o Mundo ganhou o segundo lugar como declamadora. É membro do Coletivo Marianas. Em 2016, publicou seu primeiro livro: MetÁfora pela editora Bolsa Nacional do Livro.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Editor da Revista Carlos Zemek

Curador e Artista Plástico.
Membro da Academia de Cultura de Curitiba - ACCUR.

Nenhum comentário

Faça um Comentário!



ANÚNCIOS!!!


Eventos Culturais

Conuna1Inferior

Catalogo Vazio3

Anúncios!!!

Livros Digitais