Anúncios !!!


Cat-1

Cat-2

Anúncios!!!


Poesia

ColunaDireita

Catago Vazio2

Coluna Filosofia


ANÚNCIOS!!!


» » » Wilson Guanais: Poemas

Banhistas

Não da pé
e respirar
é sem fundo
sem margens
pra erros

depois
é muito fácil
perceber
quem ainda
não sabe nadar

quem tá quase
morrendo
afogado
não consegue
pedir ajuda


fica
se debatendo
na água
como um peixe

fora dela

Wilson Guanais

**

Resumo

Cair de tudo
assim do nada
cair na real
irremediável -
mente cair...
de cima das pernas

é tão vasto
é tão denso
é tão dentro
que até hoje
carrego no peito
o coração do abismo

: aceso ainda.

Wilson Guanais
Obra do artista plástico Davi Faustino
Maturação

o dia dura
o dia todo
e anoitece

a noite dura
a noite toda
e amanhece

o poema dura
o poema todo
e nada acontece.


Wilson Guanais


**


Poesia

anos a fio
afio este silêncio
e me corto.

Wilson Guanais


Oferta
nos
açougues
da
vida



fatias
da
alma

eu
penduro
nos
ganchos

: minha
Carne
ainda
sonha.

Wilson Guanais


**


Veloz

tateando o paraíso
foi
com a mão

a primeira vez

que
ouvi o seu coração.

Wilson Guanais




Wilson Guanais: Nasceu em Bastos, São Paulo, 1972.
Mais de 10 livros publicados e participação em 150 antologias.
Com a Penalux publicou os livros:Em noites de sol, De sonho e de lama, A casca da casca (ou o lado de dentro),Em branco silêncio.
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Editor da Revista Carlos Zemek

Curador e Artista Plástico.
Membro da Academia de Cultura de Curitiba - ACCUR.

Nenhum comentário

Faça um Comentário!



ANÚNCIOS!!!


Eventos Culturais

Conuna1Inferior

Catalogo Vazio3

Anúncios!!!

Livros Digitais