Anúncios !!!


Cat-1

Cat-2

Anúncios!!!


Poesia

ColunaDireita

Catago Vazio2

Coluna Filosofia


ANÚNCIOS!!!


» » Maria Antonieta Gonzaga Teixeira: Ser Abelha


Abelhas

Admiráveis abelhas
Sentem o perfume do jacarandá
Que floresce na primavera.
Voam sem medo do lobo guará.
E sem receio das feras.

Operárias sugam o néctar das flores
Dos jardins e campos floridos,
Próximos e distantes, de multicores
E dentro do favo de arte fina
Transforma em mel delicioso.

De flor em flor, as abelhas,
Polinizam bosques e florestas,
A poderosa e bela Abelha Rainha
No castelo encantado...Reina.
-Aplausos às colmeias.

Maria Antonieta Gonzaga Teixeira
Castro-Paraná-Brasil


Ser abelha

Queria ser como a abelha,
que suga o néctar das flores,
para sentir o perfume dos jardins
e campos floridos.

Queria ser abelha
que trabalha e fabrica o mel que alimenta,
para envolver e alimentar a alma das crianças
na rota de um futuro de esperança.

Queria ser abelha rainha,
um dia...
Para reinar e adoçar a vida,
Com Mel e Poesia.

Maria Antonieta Gonzaga Teixeira.
Castro-Paraná-Brasil
«
Próxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Editor da Revista Carlos Zemek

Curador e Artista Plástico.
Membro da Academia de Cultura de Curitiba - ACCUR.

Nenhum comentário

Faça um Comentário!



ANÚNCIOS!!!


Eventos Culturais

Conuna1Inferior

Catalogo Vazio3

Anúncios!!!

Livros Digitais